Notícias

? Confira as matérias publicadas sobre a Colônia de Avaré:

 

Confira a programação da Apcef/SP para abril, maio e junho


Programe-se e participe de todas as atividades organizadas pela Apcef/SP

Leia mais

Aproveite o mês de fevereiro nas Colônias da Apcef/SP


Ligue na Colônia de sua preferência e faça sua reserva agora mesmo!

Leia mais

Confira o funcionamento da Apcef/SP durante o Carnaval


O clube da capital e a Subsede de Bauru estarão abertos nos dias 12 e 13 de fevereiro, segunda e terça-feira, e fechados no dia 14, quarta-feira.

Leia mais

Confira o resultado da ação “Meu pet na Apcef”


Cada ganhador receberá um vale-presente de R$ 200 para utilização no e-commerce Petlove

Leia mais

Contato

Reservas, ligue (14) 3848-3000 ou (14) 3732-9337.
Informações: avare@apcefsp.org.br ou (11) 96906-1881 (WhatsApp).

As reservas são efetivadas pelo associado titular por telefone ou pelo sistema de reservas on-line.

Localização e acesso

Fazenda Florada do Campo, sem número, Bairro Jacutinga (às margens da represa de Jurumirim)
Percurso de 9 km de estrada rural
Caixa Postal 236
CEP 18700-970 - Avaré

Reservas, ligue (14) 3848-3000 ou (14) 3732-9337.
Informações: avare@apcefsp.org.br ou (11) 96906-1881 (WhatsApp).

Atenção: sugerimos utilizar o aplicativo Google Maps para chegar à Colônia. Normalmente o aplicativo Waze oferece o caminho mais rápido, por Itatinga e, depois, por uma estrada de terra que não está bem sinalizada. Antes de iniciar sua viagem, entre em contato com a unidade para solicitar a localização.

Sobre o espaço

Um espaço cercado por belezas naturais, às margens da represa de Jurumirim.

É a opção ideal para descansar e aproveitar a vista privilegiada da belíssima paisagem da região.

Estrutura de hospedagem e lazer construída em 50 mil m².

Preservação permanente de 15 mil m² e reserva legal de 10 mil m².

Inúmeras árvores do bioma cerrado, que servem de hábitat e berço para diversas espécies de aves.

Acomodações

36 apartamentos com estrutura aconchegante que acomodam quatro pessoas.

2 apartamentos adaptados para Pessoas com Deficiências (PcD).

Sacada com vista para a represa de Jurumirim, linda paisagem e piscinas.

Dormitórios com cama de casal e enxoval completo (roupas de cama, toalhas, travesseiros e cobertores).

Sala/copa equipada com micro-ondas, frigobar, ventilador de teto e televisão de tela plana com acesso a TV por assinatura.

Banheiro com secador de cabelo.

Serviços e lazer

Serviços:
Diárias incluem deliciosas refeições:
∴ café da manhã, das 8h15 às 10h15.
∴ almoço, das 12h30 às 14h30.
∴ chá da tarde, das 16 às 16h30.
∴ jantar, das 18h30 às 20h30.

Restaurante/bar.

Vantagens:
Segurança e recepção 24 horas.
Wi-fi gratuito.
TV por assinatura.
Estacionamento.
Pernoite.
Serviço de quarto.
Centro de eventos com sala de apoio para realização de workshop, palestras e congressos, com capacidade para até 200 pessoas.
Espaço Pet.

Check-in e check-out às 18 horas.

Lazer:
Área das piscinas, adulto e infantil, com deck para descanso.
Sala de estar para convivência com televisão tela plana, acesso à sala de leitura e brinquedoteca.
Parque infantil.
Academia ao ar livre.
Campo de futebol e quadra poliesportiva (disponibilizamos bolas, redes e outros equipamentos esportivos).
Seis redários em diversos pontos da unidade.
Bicicletas para aluguel: confira o regulamento para utilização de bicicletas.

Natureza:
Lago com carpas, ponte e florais de sálvia.
Casa de vegetação e orquidário, com trepadeiras, orquídeas e bromélias.
Paisagismo e canteiros florais com diversas espécies de flores: ericas, bambu mossô, sálvias, gramado e um exemplar de jabuticaba.
Represa de Jurumirim, formada pelo represamento da barragem de Jurumirim, no rio Paranapanema.
Horta orgânica.

Pets

A Diretoria Executiva da Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal de São Paulo (Apcef/SP), pessoa jurídica de direito privado, constituída como associação sem fins lucrativos, com sede na Rua Vinte e Quatro de Maio, nº 208, 10º andar, República, São Paulo, capital, inscrita no CNJP sob nº 43.202.969/0001-58, no exercício das suas atribuições estatutárias de administração da entidade, estabelece as presentes regras para entrada e estada de pets nas unidades de Avaré, Campos do Jordão, clube da capital, Suarão, Subsede de Bauru e Ubatuba.

 

CAPÍTULO I
DAS REGRAS GERAIS

Art. 1º.  Os associados da Apcef/SP, e seus dependentes, podem conduzir animal para as seguintes unidades da entidade: a) Colônia de Avaré; b) Colônia de Campos do Jordão; c) Colônia de Suarão; d) Colônia de Ubatuba; e) clube da capital; e f) Subsede de Bauru seguindo as regras estipuladas neste regulamento.

I – São associados da Apcef/SP, bem como seus dependentes, as pessoas assim designadas no artigo 7º do Estatuto da entidade e na regulamentação desse.

II - Aquele que conduzir o animal será considerado o tutor deste.

a) O tutor deve ser maior de idade e juridicamente capaz.

III - Usuários e convidados podem, com a que se refere o § terceiro do artigo 29 do Estatuto, conduzir animal para as seguintes unidades da entidade: a) Colônia de Avaré; b) Colônia de Campos do Jordão; c) Colônia de Suarão; d) Colônia de Ubatuba; e) clube da capital; e f) Subsede de Bauru, seguindo as regras estipuladas neste regulamento.

IV - O tutor poderá conduzir para as unidades descritas no “caput” outras espécies de pet, além de cães e gatos, respeitadas as regras fixadas pela Diretoria Executiva.

V - O animal deve estar sempre acompanhado do seu tutor durante o tempo em que este permanecer na unidade. É proibida a permanência do animal na unidade desacompanhando do seu tutor.

Art. 2º. Ao chegar na unidade de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba, e antes de nela ingressar, o tutor deve apresentar carteira atualizada de vacinação do cão ou gato, sendo obrigatória a comprovação da vacina contra a raiva (antirrábica). Nas unidades do clube da capital e Subsede de Bauru, o tutor assinará um termo de responsabilidade que permita o ingresso de cães e gatos que tenham sido vacinados contra a raiva (antirrábica).

I - Em seguida, o tutor assinará declaração de que: a) tem acesso e conhecimento das regras divulgadas pelos meios de comunicação da entidade b) e que assume o compromisso de adequadamente cumpri-las.

Art. 3º. O tutor deve garantir que o animal tenha temperamento dócil e não agressivo.

Art. 4º. O tutor pode passear com o animal nas áreas externas das unidades, desde que o cão ou gato utilize coleira a que refere a Lei Estadual nº 11531/03.

I - Em nenhum local da unidade é permitida a presença do animal desacompanhado do seu tutor.

Art. 5º. O responsável deve recolher os dejetos do animal em recipiente adequado.

Art. 6º. É proibido o acesso e permanência do animal nos ambientes indicados em cada unidade.

Art. 7º. É de exclusiva responsabilidade do tutor providenciar ao animal o que ele necessita, como alimento, remédio, insumos e o que mais for indispensável.

Art. 8º. O tutor é o único responsável pelo comportamento do animal.

I - O tutor deverá indenizar os danos causados pelo animal, seja de natureza pessoal ou de natureza material (móveis, utensílios, equipamentos e outros).

Art. 9º. Não é permitido lavar ou secar o animal dentro dos apartamentos.

Art. 10. Na hipótese de descumprimento das regras estipuladas pela Diretoria Executiva da Apcef/SP o tutor e o animal devem se retirar da unidade.

Art. 11. O supervisor da unidade deve tomar as providências cabíveis para o bom e fiel cumprimento das regras emitidas pela Diretoria Executiva da Apcef/SP.

I - Cabe ao tutor dirigir-se ao supervisor da unidade diante de qualquer situação de dúvida, buscando, pelo diálogo, a solução de eventual problema.

 

CAPÍTULO II
DE REGRAS ESPECÍFICAS DAS UNIDADE DE AVARÉ, CAMPOS DO JORDÃO, SUARÃO E UBATUBA

Art. 12. As regras gerais do capítulo I são também aplicáveis nas unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba, para todos os efeitos de direito, além das regras específicas para essas unidades.

Art. 13.  Nas unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba pode entrar e permanecer animal de até 40 quilos (grande porte).

Art. 14. Nas unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba, o local de permanência do animal é no apartamento em que o tutor estiver hospedado.

I - Cabe ao supervisor da unidade designar o apartamento em que o tutor poderá se hospedar com o animal.

II - O tutor é responsável por todos os itens necessários de uso do animal no interior do apartamento.

III - Durante o período de realização dos serviços de limpeza e arrumação do apartamento, o animal deve ser retirado. Se o tutor descumprir essa regra, os serviços não serão realizados.

Art. 15. O tutor deve providenciar que o animal não faça barulho incompatível com o ambiente das unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba.

Art. 16. No momento de reserva de apartamento das unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba, é obrigatório informar que pretende levar animal, descrevendo suas principais características. Se essa regra for descumprida, não será permitida a entrada nas unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba.

Art. 17. Nas unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba será cobrada do tutor taxa diária de hospedagem.

I - A taxa diária de hospedagem do animal é fixada pela administração.

 

CAPÍTULO III
DE REGRAS ESPECÍFICAS DAS UNIDADES DO CLUBE DA CAPITAL E DA SUBSEDE DE BAURU

Art. 18. As regras gerais do capítulo I são também aplicáveis nas unidades do clube da capital (Cecom - Centro Comunitário) e da Subsede de Bauru, para todos os efeitos de direito, além das regras específicas para essas unidades.

Art. 19. Os locais de permanência do animal nas unidades do clube da capital e da Subsede de Bauru serão designados pelos respectivos supervisores.

I – O tutor deve permanecer com o animal apenas nos locais que forem designados pelos respectivos supervisores das unidades do clube da capital e da Subsede de Bauru.

 

CAPÍTULO IV
DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

Art. 20. As presentes regras, aprovadas pela Diretoria Executiva e, ao seu critério e a qualquer tempo, a Diretoria Executiva poderá: a) revogar integralmente as presentes regras; b) modificar o seu conteúdo, total ou parcialmente; c) suspender a sua aplicação pelo período que entender conveniente.

 

São Paulo, 1 de dezembro de 2023
Diretoria Executiva da Apcef/SP

Vídeos

Sobre o espaço

Um espaço cercado por belezas naturais, às margens da represa de Jurumirim.

É a opção ideal para descansar e aproveitar a vista privilegiada da belíssima paisagem da região.

Estrutura de hospedagem e lazer construída em 50 mil m².

Preservação permanente de 15 mil m² e reserva legal de 10 mil m².

Inúmeras árvores do bioma cerrado, que servem de hábitat e berço para diversas espécies de aves.

Notícias

? Confira as matérias publicadas sobre a Colônia de Avaré:

 

Confira a programação da Apcef/SP para abril, maio e junho


Programe-se e participe de todas as atividades organizadas pela Apcef/SP

Leia mais

Aproveite o mês de fevereiro nas Colônias da Apcef/SP


Ligue na Colônia de sua preferência e faça sua reserva agora mesmo!

Leia mais

Confira o funcionamento da Apcef/SP durante o Carnaval


O clube da capital e a Subsede de Bauru estarão abertos nos dias 12 e 13 de fevereiro, segunda e terça-feira, e fechados no dia 14, quarta-feira.

Leia mais

Confira o resultado da ação “Meu pet na Apcef”


Cada ganhador receberá um vale-presente de R$ 200 para utilização no e-commerce Petlove

Leia mais


Acomodações

36 apartamentos com estrutura aconchegante que acomodam quatro pessoas.

2 apartamentos adaptados para Pessoas com Deficiências (PcD).

Sacada com vista para a represa de Jurumirim, linda paisagem e piscinas.

Dormitórios com cama de casal e enxoval completo (roupas de cama, toalhas, travesseiros e cobertores).

Sala/copa equipada com micro-ondas, frigobar, ventilador de teto e televisão de tela plana com acesso a TV por assinatura.

Banheiro com secador de cabelo.

Serviços e lazer

Serviços:
Diárias incluem deliciosas refeições:
∴ café da manhã, das 8h15 às 10h15.
∴ almoço, das 12h30 às 14h30.
∴ chá da tarde, das 16 às 16h30.
∴ jantar, das 18h30 às 20h30.

Restaurante/bar.

Vantagens:
Segurança e recepção 24 horas.
Wi-fi gratuito.
TV por assinatura.
Estacionamento.
Pernoite.
Serviço de quarto.
Centro de eventos com sala de apoio para realização de workshop, palestras e congressos, com capacidade para até 200 pessoas.
Espaço Pet.

Check-in e check-out às 18 horas.

Lazer:
Área das piscinas, adulto e infantil, com deck para descanso.
Sala de estar para convivência com televisão tela plana, acesso à sala de leitura e brinquedoteca.
Parque infantil.
Academia ao ar livre.
Campo de futebol e quadra poliesportiva (disponibilizamos bolas, redes e outros equipamentos esportivos).
Seis redários em diversos pontos da unidade.
Bicicletas para aluguel: confira o regulamento para utilização de bicicletas.

Natureza:
Lago com carpas, ponte e florais de sálvia.
Casa de vegetação e orquidário, com trepadeiras, orquídeas e bromélias.
Paisagismo e canteiros florais com diversas espécies de flores: ericas, bambu mossô, sálvias, gramado e um exemplar de jabuticaba.
Represa de Jurumirim, formada pelo represamento da barragem de Jurumirim, no rio Paranapanema.
Horta orgânica.

Localização e acesso

Fazenda Florada do Campo, sem número, Bairro Jacutinga (às margens da represa de Jurumirim)
Percurso de 9 km de estrada rural
Caixa Postal 236
CEP 18700-970 - Avaré

Reservas, ligue (14) 3848-3000 ou (14) 3732-9337.
Informações: avare@apcefsp.org.br ou (11) 96906-1881 (WhatsApp).

Atenção: sugerimos utilizar o aplicativo Google Maps para chegar à Colônia. Normalmente o aplicativo Waze oferece o caminho mais rápido, por Itatinga e, depois, por uma estrada de terra que não está bem sinalizada. Antes de iniciar sua viagem, entre em contato com a unidade para solicitar a localização.

Contato

Reservas, ligue (14) 3848-3000 ou (14) 3732-9337.
Informações: avare@apcefsp.org.br ou (11) 96906-1881 (WhatsApp).

As reservas são efetivadas pelo associado titular por telefone ou pelo sistema de reservas on-line.

Pets

A Diretoria Executiva da Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal de São Paulo (Apcef/SP), pessoa jurídica de direito privado, constituída como associação sem fins lucrativos, com sede na Rua Vinte e Quatro de Maio, nº 208, 10º andar, República, São Paulo, capital, inscrita no CNJP sob nº 43.202.969/0001-58, no exercício das suas atribuições estatutárias de administração da entidade, estabelece as presentes regras para entrada e estada de pets nas unidades de Avaré, Campos do Jordão, clube da capital, Suarão, Subsede de Bauru e Ubatuba.

 

CAPÍTULO I
DAS REGRAS GERAIS

Art. 1º.  Os associados da Apcef/SP, e seus dependentes, podem conduzir animal para as seguintes unidades da entidade: a) Colônia de Avaré; b) Colônia de Campos do Jordão; c) Colônia de Suarão; d) Colônia de Ubatuba; e) clube da capital; e f) Subsede de Bauru seguindo as regras estipuladas neste regulamento.

I – São associados da Apcef/SP, bem como seus dependentes, as pessoas assim designadas no artigo 7º do Estatuto da entidade e na regulamentação desse.

II - Aquele que conduzir o animal será considerado o tutor deste.

a) O tutor deve ser maior de idade e juridicamente capaz.

III - Usuários e convidados podem, com a que se refere o § terceiro do artigo 29 do Estatuto, conduzir animal para as seguintes unidades da entidade: a) Colônia de Avaré; b) Colônia de Campos do Jordão; c) Colônia de Suarão; d) Colônia de Ubatuba; e) clube da capital; e f) Subsede de Bauru, seguindo as regras estipuladas neste regulamento.

IV - O tutor poderá conduzir para as unidades descritas no “caput” outras espécies de pet, além de cães e gatos, respeitadas as regras fixadas pela Diretoria Executiva.

V - O animal deve estar sempre acompanhado do seu tutor durante o tempo em que este permanecer na unidade. É proibida a permanência do animal na unidade desacompanhando do seu tutor.

Art. 2º. Ao chegar na unidade de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba, e antes de nela ingressar, o tutor deve apresentar carteira atualizada de vacinação do cão ou gato, sendo obrigatória a comprovação da vacina contra a raiva (antirrábica). Nas unidades do clube da capital e Subsede de Bauru, o tutor assinará um termo de responsabilidade que permita o ingresso de cães e gatos que tenham sido vacinados contra a raiva (antirrábica).

I - Em seguida, o tutor assinará declaração de que: a) tem acesso e conhecimento das regras divulgadas pelos meios de comunicação da entidade b) e que assume o compromisso de adequadamente cumpri-las.

Art. 3º. O tutor deve garantir que o animal tenha temperamento dócil e não agressivo.

Art. 4º. O tutor pode passear com o animal nas áreas externas das unidades, desde que o cão ou gato utilize coleira a que refere a Lei Estadual nº 11531/03.

I - Em nenhum local da unidade é permitida a presença do animal desacompanhado do seu tutor.

Art. 5º. O responsável deve recolher os dejetos do animal em recipiente adequado.

Art. 6º. É proibido o acesso e permanência do animal nos ambientes indicados em cada unidade.

Art. 7º. É de exclusiva responsabilidade do tutor providenciar ao animal o que ele necessita, como alimento, remédio, insumos e o que mais for indispensável.

Art. 8º. O tutor é o único responsável pelo comportamento do animal.

I - O tutor deverá indenizar os danos causados pelo animal, seja de natureza pessoal ou de natureza material (móveis, utensílios, equipamentos e outros).

Art. 9º. Não é permitido lavar ou secar o animal dentro dos apartamentos.

Art. 10. Na hipótese de descumprimento das regras estipuladas pela Diretoria Executiva da Apcef/SP o tutor e o animal devem se retirar da unidade.

Art. 11. O supervisor da unidade deve tomar as providências cabíveis para o bom e fiel cumprimento das regras emitidas pela Diretoria Executiva da Apcef/SP.

I - Cabe ao tutor dirigir-se ao supervisor da unidade diante de qualquer situação de dúvida, buscando, pelo diálogo, a solução de eventual problema.

 

CAPÍTULO II
DE REGRAS ESPECÍFICAS DAS UNIDADE DE AVARÉ, CAMPOS DO JORDÃO, SUARÃO E UBATUBA

Art. 12. As regras gerais do capítulo I são também aplicáveis nas unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba, para todos os efeitos de direito, além das regras específicas para essas unidades.

Art. 13.  Nas unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba pode entrar e permanecer animal de até 40 quilos (grande porte).

Art. 14. Nas unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba, o local de permanência do animal é no apartamento em que o tutor estiver hospedado.

I - Cabe ao supervisor da unidade designar o apartamento em que o tutor poderá se hospedar com o animal.

II - O tutor é responsável por todos os itens necessários de uso do animal no interior do apartamento.

III - Durante o período de realização dos serviços de limpeza e arrumação do apartamento, o animal deve ser retirado. Se o tutor descumprir essa regra, os serviços não serão realizados.

Art. 15. O tutor deve providenciar que o animal não faça barulho incompatível com o ambiente das unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba.

Art. 16. No momento de reserva de apartamento das unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba, é obrigatório informar que pretende levar animal, descrevendo suas principais características. Se essa regra for descumprida, não será permitida a entrada nas unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba.

Art. 17. Nas unidades de Avaré, Campos do Jordão, Suarão e Ubatuba será cobrada do tutor taxa diária de hospedagem.

I - A taxa diária de hospedagem do animal é fixada pela administração.

 

CAPÍTULO III
DE REGRAS ESPECÍFICAS DAS UNIDADES DO CLUBE DA CAPITAL E DA SUBSEDE DE BAURU

Art. 18. As regras gerais do capítulo I são também aplicáveis nas unidades do clube da capital (Cecom - Centro Comunitário) e da Subsede de Bauru, para todos os efeitos de direito, além das regras específicas para essas unidades.

Art. 19. Os locais de permanência do animal nas unidades do clube da capital e da Subsede de Bauru serão designados pelos respectivos supervisores.

I – O tutor deve permanecer com o animal apenas nos locais que forem designados pelos respectivos supervisores das unidades do clube da capital e da Subsede de Bauru.

 

CAPÍTULO IV
DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

Art. 20. As presentes regras, aprovadas pela Diretoria Executiva e, ao seu critério e a qualquer tempo, a Diretoria Executiva poderá: a) revogar integralmente as presentes regras; b) modificar o seu conteúdo, total ou parcialmente; c) suspender a sua aplicação pelo período que entender conveniente.

 

São Paulo, 1 de dezembro de 2023
Diretoria Executiva da Apcef/SP

Vídeos

Valores sujeitos a alterações em eventos especiais e feriados prolongados (consulte a aba Abertura de Reservas / Valores de Pacotes e Promoções)
Aposentados associados têm 10% de desconto, além das promoções vigentes.

Pagamento à vista: cartão de débito todas as bandeiras, dinheiro, depósito ou transferência
• 5% de desconto sobre o pagamento da reserva total ou diárias no check-out

Pagamento parcelado: cartão de crédito em até seis vezes sem juros

:: Pagamento pode ser feito em pontos do Mundo Caixa.
:: Pagamento para confirmação da hospedagem deve ser efetuado em até 72 horas após a reserva.
:: Pagamento no momento do check-out é efetuado somente na Unidade.

A devolução integral de valores pagos, decorrentes do cancelamento de reserva nas Colônias da APCEF/SP, poderá ser feita mediante pedido por escrito à respectiva Colônia, com até um mês de antecedência na baixa temporada ou 15 dias na alta temporada.

Caso o prazo estabelecido não seja cumprido e a solicitação de cancelamento de reserva seja feita em até três dias antes da data prevista para hospedagem, o valor pago ficará retido no departamento financeiro da Associação em forma de crédito. Este crédito poderá ser usado pelo associado como forma de pagamento em futura hospedagem em uma das Colônias, desde que em baixa temporada e fora de feriado prolongado.

Para a devolução de valores pagos por meio de cartão de crédito será descontada a taxa cobrada pela administradora do cartão, independentemente do motivo do cancelamento.

• Cancelamento nas últimas 72 horas
Caso o cancelamento de reserva seja solicitado três dias ou menos da data de hospedagem, não haverá devolução de valores ou carta de crédito.

Exceções
1) Terá direito à devolução integral de valores o associado que se envolver em acidente ou estiver doente. Para isto, deve enviar e-mail ou carta, explicar o ocorrido e, se possível, inserir um comprovante.

2) Associados que forem chamados na última hora para trabalhar na Caixa e estiverem impossibilitados de ir às Colônias terão o valor pago transformado em crédito para ser utilizado posteriormente desde que avisem antes do início da estadia.

Apenas nos casos descritos acima as devoluções serão realizadas.

Mapa de acesso